quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Arouca a Cantar as Janeiras

(Arouca) - O Professor Ramiro Tavares da Costa Fernandes, realizou um trabalho fantástico de recolha, e criação de um Cancioneiro intitulado: "Arouca a Cantar as Janeiras". 

Este tema, que fazia falta em nosso património cultural, nasceu a quase três décadas de recolhas, que além de valiosíssimo para a cultura local arouquense, coloca Arouca como pequeno celeiro de divulgação cultural, seja pelo carácter musical ou etnográfico. A importância deste material, pode ser comparado com o "Cancioneiro de Arouca" de Virgílio Pereira, seja pela quantidade de músicas, tanto por sua qualidade.

O Cancioneiro é composto por 154 músicas com partitura, além de um CD de pequenas gravações de 40 músicas deste mesmo cancioneiro.

O Professor Ramiro, destaca que o cantar das janeiras em Arouca normalmente acontece da seguinte maneira:
  1. A ramaldeira* anuncia a chegada a uma casa;
  2. Os cantores improvisam umas quadras;
  3. Canta-se umas cantigas com versos ao Menino (Jesus);
  4. Aguarda-se a abertura da porta de quem ouve;
  5. Recebe-se a esmola e poder-se-á petiscar alguma coisa, acompanhada de bebida. (Se o senhor da casa mandar entrar, então haverá mais algumas cantigas ao Menino e um despique entre os cantadores);
  6.  Os cantadores ao desafio, acompanhados da tocata fazem a despedida;
  7. A ramaldeira*, continuando a tocar, segue em direcção a outra casa, utilizando sempre o mesmo procedimento. Depois de terem cantado na freguesia, e por vezes também, fora dela, haverá sempre um jantar para todos, seguido de dança, utilizando os próprios instrumentos da tocata: concertina, acordeão, flauta, bombo, ferrinho, violão e cavaquinho.
* Ramaldeira - Antiga música tocada em Moldes

Sem comentários:

Enviar um comentário

Participe! Todos os comentários seráo lidos e respondidos.