sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

As Janeiras

(Arouca) - Após as festividades de Natal, e a entrada do Ano Novo, chegamos ao tempo de cantar as Janeiras. Esta festividade secular portuguesa e presente em todo país, consiste na reunião de pessoas em pequenos grupos corais, que percorrem a Freguesia ou Vila, de casa em casa, de porta em porta, a cantar e festejar o nascimento do menino Jesus, o fim das festividades de Natal e o começo do Ano Novo.

Normalmente, as músicas são conhecidas pelo grupo, carregadas de loas religiosas, quadras de gosto popular e acompanhadas por instrumentos musicais, como a pandeireta, flauta, viola, cavaquinhos, ferrinhos, acordeão e bombo.

Após se posicionar nas portas da casas e cantar uma cantiga, os janeireiros esperam por uma retribuição do patrão da casa como forma de agradecimento. As guloseimas recebidas ficam para as crianças, e os "restos" da céia ou um pequeno lanche, como rabanadas, presunto, salpicão, pães e vinho, ficam para os mais adultos.

A duração das Janeiras, ocorre aproximadamente entre os dias 1 e 6 de janeiro. Religiosamente, o dia 6 de janeiro é considerado o "Dia de Reis", que simboliza o dia que os Três Reis Magos chegaram ao encontro de Jesus recém-nascido. Alguns historiadores, atribuem o surgimento das Janeiras, em carácter Pré-Cristão, por cultos e tradições pagãs relacionados ao solstício de Inverno.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Tradições musicais e outras de Natal em Arouca

(Arouca) - Na continuação das recolhas e gravações realizadas pelo grupo "Música Portuguesa a Gostar Dela Própria", fica aqui um pequeno excerto sobre os costumes natalinos em Arouca. Os cantares, ficam a cargo do Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

R.F. da Casa do Povo de Arouca - Cana Verde Remada

(Arouca) - A Cana Verde Remada apresentada pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo de Arouca, é uma dança de roda de movimentos simples. Os rapazes passeiam de roda entre as raparigas, consoante as quadras, e, desta forma, percorrem por quase toda a roda. Os homens através destes movimentos, não possuem um par dançante fixo.

As quadras alternadas entre homens e mulheres, além de nos remeter a aspectos da natureza e/ou agrícolas, denotam uma troca de ataques e por fim um grande gracejo por parte do rapaz para com a rapariga.

O acompanhamento musical é composto de instrumentos como a concertina, violas, cavaquinhos, bombo, cantador e cantadeira.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

C.E. de Moldes - Vira Bom

(Arouca) - "A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria", é uma iniciativa coordenada e realizada por Tiago Pereira em conjunto com a colaboração de aproximadamente 20 pessoas. Tem como objectivos, recolher, organizar e divulgar a variedade cultural, musical e popular portuguesa, de forma peculiar, através dos seguintes pontos:

- Celebrar a maravilhosa variedade da música portuguesa.
- Trazer a música para a rua.
- Divulgar a música portuguesa e o autor português.
- GOSTAR da música portuguesa e aumentar-lhe o ego.

Como não ficarmos honrados com tal trabalho?

Dia 09 de dezembro, gravado no lugar de Moldes, Tiago Pereira com a colaboração de Rosa Pomar, estiveram em Arouca junto ao Conjunto Etnográfico de Moldes, a colocar algumas "cantas", com uma moda denominada "Vira Bom".


"Bota os carneiros lá fora
Que as ovelhas já lá vão
E Vira bom, bom, bom
E Vira bom, bom, bom
E Vira bom."


Para visualizar mais obras do maravilhoso trabalho de "A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria", sigam e acessem as seguintes páginas: Facebook , Vimeo , Homepage